Menu Transparente no Window Maker 0.80.2

Ricardo Iramar dos Santos - Agent Smith
18/01/2004 - Versão 0.1

Introdução

Para quem acha que o wmaker (Window Maker) não possui muitos recursos visuais aqui vai uma documentação de como fazer o menu dele ficar transparente.

Além desse recurso existem vários outros disponíveis espalhados pela internet tais como o DockApps, com certeza no google você encontrá muita coisa.

Esta documentação foi escrita baseada no Slackware 9.1 mas pode ser facilmente adaptada a qualquer outra versão do Slackware ou distribuição.

Para quem não sabe o wmaker é desenvolvido por um brasileiro chamado Alfredo Kojima.

Chega de conversa e vamos ao que interessa ...

Pré-requisitos

- Source do wmaker 0.80.2

- Temas e icones extras

- Patch padrão do Slackware

- Script de inicialização do wmaker

- Patch para o menu transparente

Instalando

Copie todos os pré-requisitos para um mesmo diretório apropriado.

Primeiro vamos preparar o terreno descompactando o source.

  agent@trinity:~/src/wmaker$ tar jxvf WindowMaker-0.80.2.tar.bz2

Agora aplicando o patch padrão do Slackware.

  agent@trinity:~/src/wmaker$ cd WindowMaker-0.80.2
  agent@trinity:~/src/wmaker/WindowMaker-0.80.2$ zcat wmaker.inst.diff.gz | patch -p1 --verbose
  agent@trinity:~/src/wmaker/WindowMaker-0.80.2$ cd ..

O mais importante, patch para o menu transparente.

  agent@trinity:~/src/wmaker$ cat trance.patch.WM-0.80.2.diff | patch -p0 --verbose

Gerando o Makefile para a compilação.

  agent@trinity:~/src/wmaker$ cd WindowMaker-0.80.2
  agent@trinity:~/src/wmaker/WindowMaker-0.80.2$ CFLAGS="-O2 -march=i386 -mcpu=i686" \
  NLSDIR=/usr/share/locale ./configure \
  > --prefix=/usr \
  > --sysconfdir=/etc/X11 \
  > --enable-gnome \
  > --enable-kde \
  > --enable-usermenu \
  > --with-appspath=/usr/lib/GNUstep/Apps \
  > i386-slackware-linux

Compilando tudo, isso deve demorar um pouco.

  agent@trinity:~/src/wmaker/WindowMaker-0.80.2$ make -i

Instalando como root.

  agent@trinity:~/src/wmaker/WindowMaker-0.80.2$ su
  agent@trinity:~/src/wmaker/WindowMaker-0.80.2# make -i install
  agent@trinity:~/src/wmaker/WindowMaker-0.80.2# exit
  agent@trinity:~/src/wmaker/WindowMaker-0.80.2$ cd ..

Descompactando e compilando o extra.

  agent@trinity:~/src/wmaker$ tar xzvf WindowMaker-extra-0.1.tar.gz
  agent@trinity:~/src/wmaker$ cd WindowMaker-extra-0.1
  agent@trinity:~/src/wmaker/WindowMaker-extra-0.1$ CFLAGS=-O2 ./configure --prefix=/usr \
  > --with-iconsdir=/usr/share/pixmaps \
  > i386-slackware-linux
  agent@trinity:~/src/wmaker/WindowMaker-extra-0.1$ make

Instalando o extra como root.

  agent@trinity:~/src/wmaker/WindowMaker-extra-0.1$ su
  agent@trinity:~/src/wmaker/WindowMaker-extra-0.1# make install
  agent@trinity:~/src/wmaker/WindowMaker-extra-0.1# exit

Se você inicia o X com o comando startx via console e quer habilitar o wmaker como padrão somente para seu usuário altere as permissões para execução e copie o script de inicialização para o seu home como .xinitrc.

  agent@trinity:~/src/wmaker/WindowMaker-extra-0.1$ chmod +x xinitrc.wmaker
  agent@trinity:~/src/wmaker/WindowMaker-extra-0.1$ cp xinitrc.wmaker ~/.xinitrc

Caso queira deixar padrão para todos os usuários altere as permissões para execução, copie para /etc/X11/xinit/ e faça um link simbólico para /etc/X11/xinit/xinitrc.

  agent@trinity:~/src/wmaker/WindowMaker-extra-0.1$ chmod +x xinitrc.wmaker
  agent@trinity:~/src/wmaker/WindowMaker-extra-0.1$ su
  agent@trinity:~/src/wmaker/WindowMaker-extra-0.1# cp xinitrc.wmaker /etc/X11/xinit/xinitrc.wmaker
  agent@trinity:~/src/wmaker/WindowMaker-extra-0.1# ln -sf /etc/X11/xinit/xinitrc.wmaker /etc/X11/xinit/xinitrc
  agent@trinity:~/src/wmaker/WindowMaker-extra-0.1# exit

OBS: O arquivo ~/.xinitrc é preponderante sobre o /etc/X11/xinit/xinitrc.

Conclusão

Agora o seu wmaker esta turbinado com menu transparentes. Veja, como exemplo, um pequeno screenshot abaixo.

Dúvidas, críticas e sugestões devem ser enviadas para ricardo.iramar@gmail.com.

Quer saber mais um pouco sobre o autor desta documentação? Acesse minha home page em http://ricardo-iramar.com.